Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Querem falar comigo? Têm propostas decentes para me colocar?

Enviem-me um email:

1417305261_Streamline-58-128.png

 


Há cerca de um ano encontrei na internet, numa agência, a casa com a qual sonho. Não era um palácio mas era a tipologia que eu queria exactamente na localização que pretendo. No entanto vacilei. Vacilei porque ainda não tinha falado com o banco e não sabia até que ponto era possível. A partir do momento em que o banco me disse que sim senhora, me ajuda na compra, nunca mais voltei a encontrar nenhuma casa que me enchesse as medidas. 

Eu sei que estou a ser demasiado exigente porque quero numa localização muito específica mas já vivi naquela zona e pretendo voltar a morar por lá.

Enquanto aparece e não aparece a casa vou pensando já em pormenores que muitas vezes são esquecidos. A compra da primeira casa sai muito cara. É um investimento que eu acredito que seja para a vida mas é uma brincadeira cara. São as escrituras, são as reformas em algumas divisões (porque já estão ultrapassadas ou pura e simplesmente não fazem o nosso género), são os electrodomésticos e os móveis,... Enfim... Deve ser só "passar cartão".

E se por um lado acho que vou necessitar de ajuda para remodelar a casa de banho e a cozinha o resto da casa quero que seja a minha tela em branco.

Daquilo que tenho visto acho que o estilo escandinavo é o que me pisca mais o olho. Quanto a paleta de cores: beges, cinzas e azuis. A ideia é: pouca cor, pouco floreado, linhas direitas e pormenores que fazem toda a diferença.

Um desses pormenores é sem dúvida o papel de parede. Ainda que não pretenda revestir a minha casa toda com papel de parede tenho visto algumas imagens que não me deixam margem para dúvidas: vale a pena colocar papel de parede em algumas divisões da casa porque dá outra vida à casa. Além disso:

papel de parede dos anos 70.jpg

1. A instalação é rápida e muda de forma instantânea a aparência da divisão. Nunca coloquei papel de parede mas acredito que a instalação seja mais rápida do que dar duas ou três demãos de tinta.

2. Conferem um efeito mais aconchegante e pessoal. Sim. Concordo. Um papel de parede ajuda a dar um ar mais aconchegante um toque pessoal. Numa altura em que todos nós compramos os móveis no mesmo sítio o papel de parede diferencia um pouco o nosso quarto dos outros 20000 quartos com móveis iguais.

3. O papel de parede dura mais do que a tinta.Dizem... não falo por experiência própria. Dizem que pode durar até 12 anos! Isto se for, obviamente, de boa qualidade e for bem aplicado.

4. Som e Temperatura. Segundo li o papel de parede ajuda a controlar um pouco mais a entrada de som na divisão e pode mesmo ajudar a regular a temperatura do ambiente. Será?

papel de parede dos anos 70 (2).jpg

Save

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Contam-se pelos dedos de UMA mão o número de vezes que eu usei sapatos de salto alto nos últimos 4 anos! Desisti dos saltos altos por dois motivos. Primeiro eu tenho 1,77m! Segundo são desconfortáveis!

No entanto vou ter mesmo de comprar uns.Tenho daqui a uns meses um casamento e não há mesmo volta a dar. Ahhh mas não precisas de ir de saltos. Pois não mas não é a mesma coisa ir de sapatos rasos.

Posto isto a ideia é comprar uns saltos altos que dêem para todas as ocasiões (para futuros casamentos e baptizados!) e treinar para voltar a aprender a andar de saltos.

4552920_500_A.jpg

4847135_500_A.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:37

... quando começamos a ter roupa de desporto a sério. Quando deixamos as camisolas velhas de lado e passamos a investir em roupa de ginásio é porque a coisa está sério e é porque finalmente percebemos a importância que a roupa e o calçado têm na prática do exercício físico. De momento já não vou para o ginásio com t-shirts a dizer "Caminhada do Coração 2010" ou "Volta a Portugal em Bicicleta 2012". Já vou para o ginásio com roupa de ginásio. Um ano depois de me ter inscrito posso dizer que foi uma das melhores decisões de sempre (tanto que ainda não desisti nem planeio desistir!).

 

Vão por mim: vale mesmo a pena fazer desporto com regularidade. E sim há um momento em que deixamos de ver o ginásio como uma obrigação e passamos a ver como um escape ao stress do dia-a-dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

Sobre ter um closet

por R., em 20.01.17

e7557aedb9fa1d0ec6ea71706687a42d.jpg

Sonho ter um closet mas sei que esse desejo muito provavelmente nunca vai acontecer porque é um daqueles sonhos que não me tiram o sono. Gostava de ter? Gostava! É prioritário na minha vida? Não. É que se já é dificil encontrar uma casa que me agrade encontrar uma casa com um quarto a mais onde eu possa fazer um closet parece-me quase utópico. 

No entanto tenho a certeza de que quando encontrar a minha casa de sonho uma das coisas às quais vou dar prioridade é a um roupeiro/armário onde possa organizar toda a minha roupa e sapatos.

Não me posso queixar do roupeiro que tenho actualmente em minha casa. É do senhorio mas é bastante espaçoso. Problema? Apesar de ter bastante espaço para roupa não me permite grande organização dos sapatos e malas. E isso chateia-me um bocadinho...

Por isso quando tiver uma casa minha (oremos!) vou fazer questão de dar especial atenção à organização dos sapatos. Pretendo algo como na imagem abaixo incorporado no roupeiro para ter todos os sapatos à vista!!

945d1e40cdef4b0863edfee2e993ccd7.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

Como não amar os saldos?

por R., em 29.12.16

A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! A Furla que eu quero está com 40% de desconto! 

Furla-METROPLOIS-S-SHOULDER-BAG-3984957_1200_A.jpg

 

Saber esperar é uma virtude. Em especial saber esperar pelos saldos!

 

Que venha daí ela!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

A missão ginásio está a correr sobre rodas sendo que em Janeiro de 2017 eu e o meu ginásio vamos comemorar o nosso primeiro ano juntos... Ali (quase) todas as semanas. Há dias em que me arrasto até lá e outros em que pulo da cama de propósito para ir treinar. Tenho descoberto como é bom fazer exercício. Isto porque me ajuda muito não só a nível físico como também psicológico.

Entretanto para 2017 tenho alguns objectivos no que respeita à pratica de desporto:

- aprender a escolher ténis. Já percebi que há uns que são próprios para corrida, outros para treino indoor, outros para treino outdoor,... mas não os sei destinguir e continuo a escolher os meus ténis com base no critério "são giros?". É sem dúvida um dos pontos que pretendo mudar.

- trocar as tshirts por tops de treino. Confesso que uso tshirts largas (básicas... sem escritos. Ao menos isso!) no ginásio... mas costumo suar imenso. Ora não faz qualquer sentido ir para o ginásio treinar com tshirts largas se depois acabam por ser um incómodo ao longo do treino. Por isso em 2017 prometo tentar ir para o ginásio com uns tops curtinhos (que pelos vistos não existem apenas para parecer uma Gabriela Pugliesi).

- continuar inscrita no ginásio... Nada de fazer doações mensais ao ginásio. Se pago é para ir! Pelo menos duas vezes por semana!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Transição

por R., em 25.08.16

Amo/odeio esta época do ano em que ainda andamos de Havaianas no pé (Havaiana como quem diz... sandália... que a minha época de praia já acabou!) mas já andamos com botas debaixo de olho. 

804915_1200_F.jpg

Mas por mim passamos já para a época das botas porque já não aguento ver fotos dos amigos na praia enquanto eu já gastei todas as minhas férias de Verão.

1885521_500_A.jpg

(estas comprei o ano passado. São da Betty London)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Depois de várias milhas acumuladas devido a viagens regulares entre o país vizinho e Portugal tenho de vos dar uma dica. Apesar de existirem umas regras gerais quanto a malas de cabine a verdade é que existem algumas companhias aéreas mais simpáticas do que outras quando é hora de embarcar. E se há algumas que não colocam qualquer entrave na hora de embarcar (só nos querem é dentro do avião a horas para podermos sair sem atrasos) há outras que são bem chatas. Por isso: 

987205_500_A.jpg

- procurem uma mala que seja ligeiramente mais pequena que as malas permitidas. Desta forma nunca terão de rezar 20 Pais-Nossos e 20 Avé-Marias. Sabem que a mala tem o tamanho pretendido e que não ultrapassa nem 1cm o tamanho permitido.

- no caso de malas de porão o mais importante é que sejam resistentes (porque já sabemos que vão sofrer desde o momento da faturação da bagagem até que nos é entregue no destino).. mas no caso de malas de mão, para mim, o mais importante é ter ali um espacinho onde dê para guardar facilmente documentos e objectos pequenos (evitando ter de abrir a mala e voltar a fechá-la). Isto porque assim não precisamos abrir a mala quando passamos pela zona onde controlam os líquidos e se a companhia for daquelas chatas que nem uma malinha ao ombro nos deixa levar podemos atirar para aquele espaço a carteira e os documentos essenciais.

- Que tenha rodas resistentes... Especialmente se vão ter de ser arrastadas na calçada portuguesa!!!

- Aproveitem os saldos para a compra de malas de viagem. Porque não é coisa que mude muito de estação para estação e um descontinho, por mais pequeno que seja, dá sempre uma ajuda (até porque uma boa mala por norma acaba sempre por ser um pouco cara!).

 

Posto isto: a reforma da minha mala antiga chegou

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Acabou a indecisão

por R., em 01.06.16

Com a febre das Adidas Stan Smith e Superstar eu acabei por... não comprar nenhumas! Fiquei com medo de me fartar delas. Fiquei com medo que depois da febre passar as metesse a um canto. 

No outro dia pus-me a repensar na aquisição de um dos modelos e cheguei à conclusão de que muito provavelmente estamos perante um caso igual às Converse All Star ou Vans Old School... São "must-haves" que já não vão sair de moda e que não nos vão cansar. 

Por isso venham daí as Stan Smith verdinhas (ou devo comprar umas Superstar????).

 

Adidas Stan Smith.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

Havaianas?

por R., em 07.05.16

ski8.jpe

Nãoooo... O tempo ainda não puxa para sandálias e, talvez por isso, ando cada vez mais convencida de que devia comprar uns Vans Sk8 High! E é nestes momentos que eu fico triste pelo facto de trabalhar num ambiente em que apesar de não haver um dress code rígido umas Vans não são olhadas com os melhores olhos. Se eu pudesse usar todos os dias encomendava agora mesmo... Assim sendo continuo a namorá-las e a pedir para que haja um desconto suficientemente generoso que faça eu clicar no "confirmar compra".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:05

Eastpack vs Herschel

por R., em 03.03.16

Eu sou do tempo das Eastpacks. Sou do tempo em que a moda surgiu. Chegou de um dia para o outro e eu que andava no 6º ano só deixei de chatear a minha mãe com o assunto "quero uma Eastpack" no dia em que ela me comprou uma. Lembro-me perfeitamente de que quando a minha mãe me comprou a mochila azul da Eastpack me disse que era a última que me comprava uma vez que a mochila tinha 30 anos de garantia... E assim foi!!!!

Eastpak-PADDED-PAK-R-24L-1797432_1200_A.jpg

(as Eastpacks neste azul eram as mais populares não eram???? A minha era igualzinha a esta... Sendo que nos primeiros anos a adornava com um porta-chaves da Nici! Ahhhh anos 90!!!!!)

Tornou-se a minha maior companheira... até hoje. Sim porque ainda hoje a uso muitas vezes: para ir ao ginásio, quando vou ao supermercado e quero comprar coisas pesadas (é melhor carregar às costas as compras do que em sacos nas mãos! – pessoas que vão ao supermercado de transportes públicos entenderão o “drama”) e muitas vezes como bagagem de mão em voos.

Mas ao que parece a Eastpack está a ser destronada como A mochila... pelas da Herschel. E eu confesso que me a Herschel me está a despertar mais curiosidade do que imaginaria.

Ora tendo em conta que a minha Eastpack já está a precisar de reforma (antecipada!!!! Porque ainda não passaram 30 anos desde a compra!!!) às vezes penso que uma mochila Herschel no modelo Little America pode ser uma substituta à altura. Pena pena é o preço...

Herschel-Little-America-Backpack-3482897_1200_A.jp

(Por 100€ o justo será que tenha garantia de 50 anos, não???)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00

O drama das sapatilhas...

por R., em 03.02.16

Descobri há algum tempo que para correr não podemos usar umas sapatilhas quaisquer. É idiota porque eu quando fazia educação física comprava as sapatilhas mais giras dentro do orçamento que a minha mãe estipulava e serviam perfeitamente. Mas agora já não é assim. Agora as sapatilhas não são só sapatos confortáveis com atacadores… Vêm com tecnologias XPTO. Há solas para todos os gosto, para diferentes pisos, para diferentes tipos de corredores,… Eu sei lá sei lá

Eu aqui me confesso: as únicas questões que coloco quando estou para comprar umas sapatilhas são

1 – Compro da Nike ou da Adidas? Às vezes passo os olhos pelas da Reebok mas confesso que é marca que para mim está atrás da Nike e da Adidas.

2 – São giras?

3 – O preço é aceitável? (já vi sapatilhas por 195€! Ora para ir correr para o ginásio não me parece que seja um preço aceitável... para mim!).

 

Adidas.jpg

Nike.jpg

 

E pronto... Assim se escolhem umas sapatilhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:45

Quero uma Furla

por R., em 02.01.16

Fez parte da lista de pedidos de Natal de mais de metade da população feminina... e eu não sou excepção: a furla metropolis!e7d331519ff4ac4df5e28e908184795a.jpg

Há no tamanho mini... que quanto a mim acaba por não ter uma boa relação nº de utilizações/preço porque não tem espaço necessário para ser a mala de todos os dias.

E há num tamanho maiorzinho... modelo muito menos visto mas onde já dá para colocar um tablet (acho eu!), as chaves, a carteira do dinheiro, o telemóvel, o carregador e os óculos de sol.

furla.png

Claro que a média já tem um preço bastante superior... Cerca de 350€ (vs os cerca de 270€ da mini) mas é pesquisar nos saldos por um bom desconto!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:01

O drama das malas de viagem

por R., em 30.12.15

Quando se fala em malas de viagem sofro sempre muito. O que compensa mais? Comprar uma mala boa (e cara!) ou uma mala que dê para o efeito e que não custe os olhos da cara?

Há uns tempos comprei uma mala de viagem grande (com capacidade superior a 100L) a um preço bastante simpático... e até agora ainda não descobri se a qualidade da mala é mesmoooo boa ou se em todas as viagens que tenho feito com ela as pessoas que atiram as malas para dentro do porão têm sido extremamente cuidadosas. Acho que tem sido a primeira opção...

Agora acho que chegou a altura de renovar a mala de cabine... mala essa que me acompanha há uns 4 anos e que começa a dar sinais de precisar de ser trocada. E volta a velha pergunta: uma mala cara ou uma baratinha que dê para o efeito? O que acontece aqui é que a mala de mão muitas vezes acaba por ir no porão e aí é o momento do massacre. Se não fosse isso estava ainda impecável...

 

Dúvidas, dúvidas, dúvidas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:52

These boots are made for walkin'

por R., em 03.11.15

Preciso Quero umas botas mas ando demasiado esquisitinha. Demasiado mesmo. Encomendei no ínicio do mês estas:

1463886_1200_B.jpg

E estava super esperançada que fossem mesmo aquilo que eu procurava. Mas quando elas chegaram experimentei e não senti que fossem as tais. Adorei o modelo (ainda mais ao vivo) mas quando as calcei não senti o clique. Sendo elas umas botas (ou botins, como queiram) de mais de 100€ eu preciso sentir o clique. 

Bem então com muita pena minha as botas voltaram para a Spartoo e estou neste momento a tentar decidir o que necessito.

Sim, eu tinha uma lista com algumas que queria mas entretanto fui metendo umas e outras de parte por um motivo ou outro. Neste momento tenho duas na minha wishlist:

394091_1200_B.jpg

Por um lado estas da Pepe Jeans. Basicas (demasiado básicas, talvez) com um pormenor prateado.

1885521_1200_B.jpg

Por outro lado estas da BT London douradas. Para dar brilho aos dias de Inverno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:05

Vou ficar a água e água

por R., em 07.10.15

Podia dizer que planeava ficar a pão e água mas estou a tentar tirar o pão da minha vida que só engorda. Por isso acho que vou ficar a água e água. Porquê? Porque me apaixonei, agora mesmo, por umas botas See By Chloé (fancy!). Amoooooo o salto! Pretas, básicas e com o detalhe do salto que, para mim, faz toda a diferença. 

1620224_1200_B.jpg

Se o detalhe vale os 280 e tal euros? Nãooo acredito. Mas se fossem mais baratas vinham cá para casa. Pena que se pague também a marca. Muita pena.

 

Como alternativa estou a olhar, seriamente, para estas

1463886_1200_B.jpg

da Maruti marca que não conheço... 

1885518_1200_B.jpg

da BT London, marca da qual tenho alguns pares de sapatos dos quais gosto muito e que são super confortáveis (além de que são made in Portugal!)

 

Decisões, decisões.

 

A hipótese de ficar a água e água graças às botas da See by Chloé está afastada. Agora é decidir-me por um destes dois pares ASAP porque a época dos botins já abriu e eu preciso q.b. de uns novos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Sabrinas sabrinas

por R., em 01.09.15

Andava há algum tempo a dizer que precisava de comprar umas sabrinas em condições. Dizia isso mas nas lojas do costume não encontrava nenhumas. Queria o modelo preto, básico, confortável e o mais simples possível. Tinham de ser macias e o preço tinha de ser simpático. 

Nos saldos da Spartoo acabei por encomendar dois pares... muito parecidos! Há quem diga que são iguais. Eu digo que as diferenças são bastante visíveis. No entanto são as duas para o mesmo: para dar o toque final aos meus looks diários. Não sendo a maior fã de saltos altos acho que as sabrinas são o calçado ideal para usar no trabalho. Por isso tenho a certeza que os dois pares vão andar muitos quilómetros nos meus pés.

852331_1200_A.jpg

Da Betty London, em pele. Muito macias.

961120_1200_A.jpg

Da Eclipse. Com uma excelente relação qualidade/preço!!!! Tão boa a relação qualidade/preço que até pondero encomendar outras e guardar para quando as que agora encomendei, daqui a muitos quilómetros, chegarem ao fim da sua caminhada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:11

Renegadas

por R., em 31.08.15

Trouxe comigo toda a minha sapateira. Não é muita coisa (porque estou sempre a deitar fora - o que está gasto - e a repor, por isso não vou acumulando) mas até agora, 50% da minha sapateira eram sapatilhas (ou ténis, como queiram). Ora desde que cheguei ainda não usei um único par de sapatilhas. Porquê? Porque sinto que para o meu trabalho não é o mais indicado. Não tenho um dress code definido mas sinto que umas sapatilhas podem dar-me um ar demasiado relaxado e não é isso que quero passar. Por isso as sabrinas têm sido as minhas melhores amigas. Pretas, básicas e confortáveis. Não há maneira de errar.

 

As minhas sabrinas favoritas de sempre foram estas. Despedi-me delas faz um ano e ainda não tinha encontrado nenhumas para as substituir. Até agora... Encomendei duas pretas, muito parecidas, das quais vos tenho de falar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:04

O meu pequeno T0

por R., em 20.07.15

Untitled.jpg

Mudei recentemente de país e consequentemente de casa… e se já achava a minha casa em Lisboa pequena então a nova é minúscula. No entanto tenho dentro do meu T0 tudo o que preciso e convenhamos um espaço pequeno dá muito menos trabalho a limpar, verdade?

Quando andei à procura de casa queria um T1. Não vou mentir. Não queria um T0… porque achava que me ia sentir claustrofóbica e porque queria uma sala e um quarto (para ir mudando de ares) mas muito sinceramente estou muito contente com o meu pequeno estúdio.

É verdade é que não trouxe muita coisa (apesar de sentir que estou a começar a acumular é porque estamos em plenas rebajas!) mas também é verdade que o apartamento está muito bem apetrechado no que respeita a arrumação. Num T0 é importante que não haja espaços mal aproveitados e no meu não há!

Claro que apesar de estar encantada com a minha nova casa mais uma vez não tive a possibilidade de a decorar a meu belo prazer. Tinha falado aqui da minha vontade de ter uma “tela em branco”… uma casa vazia com as paredes brancas e sem nada… que eu pudesse por tal e qual como queria mas (in)felizmente isso não aconteceu. Felizmente para a carteira (que não teve de pagar cama, sofá, armários, mesa, cadeiras,…) e infelizmente para a minha veia criativa que queria fazer algo diferente e mais ao meu estilo.

Por enquanto não me posso queixar. Aos 24 anos vivo sozinha, num belo apartamento (num condominio super simpático), numa capital europeia. O apartamento não é um T1 e não está com móveis escolhidos por mim? Acho que isso é o menos mal! Aos 25, 26, 27,… logo arranjo outro apartamento… quando me desapaixonar deste (que acho um fofo – por ser pequenino e super jeitosinho!).

Para quem também mora num T0 ou sonha com isso (a mim soube-me mesmo bem voltar a morar sozinha – depois de ter morado, no último ano, com a minha irmã!) digo-vos: apartamentos pequenos são fofos, dão pouco trabalho e se tiverem a arrumação correcta rossam a perfeição (para 1 pessoa, claro! Para uma família com filhos acredito que não seja o mais indicado!).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:09

O belo do sapatinho ortopédico

por R., em 05.07.15

Se há coisa a que tenho uma certa aversão é a usar havaianas se não é para ir para a praia ou para a piscina. Havaiana é chinelo de praia ou piscina. Claro que é a coisa mais confortável do Mundo e por isso dá vontade de andar sempre com umas mas não é sapatinho que se deva usar no dia a dia. 

O que se segue na lista dos mais confortáveis? As Birkenstock. Problema: parecem sapatinho ortopédico. Mas estou nem aí. São tão confortáveis que o design nem me parece assim tão mau...

851143_1200_A.jpg

Birkenstock-GIZEH-PREMIUM-191344_1200_A.jpg

 

Claro que nem todos os modelos são do meu agrado. Mas estes dois: o Gizen e o Mayari são fofos. Só não os usem com meiinha branca, boa?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:02



Mais sobre mim

foto do autor




Sem Título.png


Sem Título.png

 



Favoritos

SempreNaMoa.png

1911640_737086296312716_478969028_n.pngmt.png