Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Querem falar comigo? Têm propostas decentes para me colocar?

Enviem-me um email:

1417305261_Streamline-58-128.png

 


Como perder a dignidade

por R., em 16.01.18

Na cafetaria mais perto da minha secretária é muito comum haver, na máquina de vendas automáticas, produtos que ficam ali a ponto de cair. O senhor que vem abastecer a máquina arruma aquilo tudo mal e por isso é comum caírem dois produtos em vez de um ou cair o produto seleccionado e o seguinte ficar ali vai não vai para cair também. Claro que quando o produto fica ali no vai não vai para cair 98% das pessoas não está nem aí e deixa lá o produto na máquina. Eu faço parte dos 2% que quando vê um produto prestes a cair vejo isso como um sinal de Deus e começo a lutar para que o mesmo seja meu.

Até aqui tudo bem... Quem nunca deu um murro numa máquina de venda automática que atire a primeira pedra.

O problema é que a máquina está aparafusada ao chão e por isso não se mexe com um simples murro... E a única maneira de conseguir que ela se mova é dando coices na máquina ou batendo com o rabo na mesma (JURO!).

E o que é que eu faço? Quando não está ninguém na cafetaria e há algo ali prestes a cair da máquina faço uso dos meus glúteos para mover a máquina e conseguir kitkats, barrinhas de cereais, palmeiras de chocolate,...

É ridículo... é desnecessário... mas eu não consigo ver aquilo e fingir que não é nada comigo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35



12 comentários

Imagem de perfil

De Alexandra a 17.01.2018 às 14:45

Tendo em conta as cacetadas que ouço na minha sala darem nas máquinas na "minha" cafetaria, atrevo-me a dizer que é ao contrário: 98% das pessoas dá coices na máquina. A melhor forma é mesmo com o rabo, confirma-se.
Sim, faço parte da esmagadora maioria ;)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor





Sem Título.png